Joias importadas podem representar perigo

Posted by

É difícil resistir a uma bijuteria atraente, mas preste atenção de onde está vindo esse produto. Ele pode ser uma fonte de envenenamento por chumbo. 

Joias feitas no exterior podem ser uma fonte potencial de exposição ao chumbo, de acordo com autoridades de saúde pública. 

Um menino de 1 ano de idade, morador de Nova York teve um rápido aumento nos níveis de chumbo no sangue, e a provável fonte da exposição foi atribuída a um amuleto cambojano feita a partir de fios metálicos retorcidos, de acordo com pesquisadores do Departamento de NYC Saúde e Higiene Mental e CDC.

Os testes revelaram que esses feios metálicos continham 45 por cento de chumbo, os pesquisadores relataram em 28 de janeiro na Morbidity and Mortality Weekly Report.

O menino usava o amuleto – “algo para protegê-lo”, disse seu pai – desde que ele tinha 3 meses de idade, e tinha sido visto colocá-lo em sua boca. 

“Os profissionais de saúde pública consideram os produtos vindos do Sudeste Asiático, como os com maior incidência de contaminação de chumbo”, escreveram os autores.

Os profissionais de saúde devem orientar os pais, particularmente das famílias do Sudeste Asiático sobre o uso de amuletos, joias e coisas do tipo para os riscos de intoxicação por chumbo. 

Uma nota editorial acompanhada apontou que o CDC recomenda teste de chumbo, feito por exame de sangue para crianças adotadas e refugiadas. O departamento de saúde de Nova York recomenda examinar todas as crianças que fizeram viagens recentes para países estrangeiros.

Embora a fonte mais comum de exposição ao chumbo em crianças pequenas seja a tinta, outras fontes têm sido cada vez mais identificadas.

Isso é particularmente verdadeiro em comunidades de imigrantes, por causa do uso de produtos contendo chumbo de seu país de origem, como especiarias, alimentos, doces, cosméticos, remédios, cerâmicas ou joias.

Para o caso do menino de 1 ano, o teste de rotina de chumbo mostrou um nível elevado de chumbo no sangue de 10 microgramas / dL.

De acordo com o National Institutes of Health, a concentração de chumbo no sangue deve ser inferior a 10 microgramas / dL em crianças e menos de 20 microgramas / dL em adultos. 

Um avaliador de risco da Agência de Proteção Ambiental visitou a casa do menino, para procurar fontes potenciais de exposição ao chumbo. O pai do menino negou usar qualquer produto importado, e o avaliador não encontrou nenhuma fonte potencial de exposição. 

Três meses depois, o nível sanguíneo do menino dobrou para 20 microgramas / dL.

O pai do menino novamente negou que a criança usasse joias ou coisas do tipo, mas finalmente admitiu que a criança tinha usado um amuleto adquirido em um mercado cambojano quando tinha 3 meses de idade. 

Uma segunda inspeção na casa identificou uma área de tinta com um nível elevado de chumbo, bem como especiarias importadas e arroz. Os testes revelaram que os produtos alimentares não tinham um teor elevado de chumbo.

 Depois de oito dias, o amuleto foi removido da casa do menino, e o nível de chumbo no sangue do menino diminuiu a 14 microgramas / dL.

Cerca de cinco semanas depois – após as remoções necessários o nível de chumbo no sangue do menino foi para 10 microgramas / dL, e cinco meses após o amuleto ser removido, o nível caiu para 5 microgramas / dL.

“Embora outros fatores possam ter contribuído para carga elevada de chumbo na criança”, escreveram os pesquisadores, “a fonte mais provável identificado foi o amuleto, com base no seu alto teor de chumbo, e a queda desse nível no sangue da criança após sua remoção”.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.